Nas palavras bebo das saudades que me assolam a alma!
Nas palavras alimento a minha sede de amar!




13 de fevereiro de 2013

Quando...


O calor das entranhas nos alcança os dedos!
A falta de ar nos engole a respiração, e nos faz sufocar em desejos!
Se fecham os olhos e a voz nos incendeia a alma!
Desejamos perder a razão, o controlo!
Tudo foi perdido num tempo de encantar!
As razões já não têm lógica!
Se perde o tino ao atravessar a estrada!
Se abre os braços e se deseja alcançar o abismo!


... as entranham gritam!

6 comentários:

Secreta disse...

Gritos surdos, que nos consomem.
:)

A Palavra Mágica disse...

Momento lindo esse, Moi. Só quem sente, sabe.

Beijos!
Alcides

Moi disse...

Secreta,
Gritos que fazem eco nas entranhas mais profundas

Moi disse...

Alcides,
Lindo são sempre as palavras, espelhos sinceros dos sentimentos.





Beijo

Kim Aniston disse...

Uiii....que coisa deliciosa de ser e reler...aiaiai...estou me apaixonando pelos seus blogs.
Bjus!

Moi disse...

Kim
Obrigado pela visita!
Vou tomar como elogio essa paixão por eles.







Beijo