Nas palavras bebo das saudades que me assolam a alma!
Nas palavras alimento a minha sede de amar!




29 de junho de 2011

Feeling...

"E o fim de tudo é o facto de eu ter que perdoar-te. Tenho que fazê-lo. Não escrevo esta carta para pôr amargura no teu coração, mas para a tirar do meu. Por mim próprio, tenho que perdoar-te. Não podemos manter constantemente uma víbora no peito, para nos alimentar, nem levantar-nos de noite para semear espinhos no jardim da alma. Não me será difícil fazê-lo, se me ajudares um pouco."
Oscar Wilde


... serenidade tudo o que vagueia na alma
quando se olha para dentro
e se vê nitidamente o caminho a seguir!

10 comentários:

A.S. disse...

Por vezes invade-nos um medo absurdo que não sabe se partir ou se ficar! Não deixemos nunca que o medo seja a víbora sempre pronta a nos devorar...

Beijos!
AL

Lua Nova disse...

Oscar Wilde é irretocável, mas o que gostei mesmo foi o que vc disse sobre a serenidade. A mais perfeita definição dela que já li.
Perfeita!
Beijokas.

Moi disse...

AL,
É verdade o medo tolhe-nos muitas vezes. Mas há que ver bem, e arreda-lo para o lado.

Beijos

Moi disse...

Lua,
Oscar Wilde é como Clarice, sempre soberbos.

Quanto à minha singela definição de serenidade, é apenas o que sinto em palavras.

Beijão :))

Sonhadora disse...

Minha querida

Deixando um beijinho carinhoso...e estou aqui já.

Rosa

Moi disse...

Sonhadora,
Já tinha visto :-)

Um beijinho de melhoras para ti

epee disse...

Conhecemos as palavras. Conhecemos o caminho. Mas há os atalhos. Difícil manter a serenidade frente alguns deles. Mas não é impossível. O amor prevalece e a força... também. A vida, então... Refaz-SE. No único sentido que dá verdadeiramente sentido a tudo nesta vida: AMAR sempre.


¬

Olga disse...

Tão verdade! :)

Moi disse...

epee,
Saudade de tu...
Às vezes não é fácil manter a serenidade como uma constante, em todos os momentos, mas tenta-se sempre...
E dissestes tudo, o que dá sentido à vida :AMAR sempre

Beijo grande

Moi disse...

Olga,
É mesmo...

:)