Nas palavras bebo das saudades que me assolam a alma!
Nas palavras alimento a minha sede de amar!




29 de junho de 2011

Em dias como o de hoje...

Em que aparece na televisão a noticia de alguém conhecido que morre, faço sempre uma retrospectiva do que já fiz na vida, em tudo o que não fiz, em tudo o que disse e deixei por dizer, e a cada dia me dou mais razão a mim própria de fazer e dizer tudo o que penso e sinto, porque a hora de partir não a conheço.

6 comentários:

Lua Nova disse...

Pra isso a velha fórmula: viva cada dia como se fosse o último... não é sempre possível, mas deveria ser.
Beijokas.

Moi disse...

Lua,
É o que estou a aprender neste momento, a viver apenas o momento.

Beijos

MH disse...

Sabes, eu ainda não estou em mim com esta notícia, estou... nem sei... consegue doer-me a alma...

Beijo

Moi disse...

MH,
Sabes tem mais impacto porque é alguém que todos conhecem... porque como ele morrem imensos e ninguém fala deles.

Beijoca

MH disse...

Por um lado sim... mas por outro não é esse o meu sentido, mas sim a perda de um ser humano, quer seja conhecido, ou não, todavia, é óbvio se "conhecemos" quem é vítima de algo assim, o nosso sentimento e consternação é bem profundo, os que não conhecemos, nem sabemos... não significando que sejamos indiferentes. Temos de ser realistas.

Beijo

Moi disse...

MH,

Claro que sim, eu entendi o teu ponto de vista... e concordo contigo. A perda de qualquer ser humano é sempre de lamentar, mas por outro lado, todos nós temos uma hora de partida, e ninguém vai na vez de ninguém.

Beijos